Komi-san wa, Komyushou desu.

Ao menos já não tem mais a cara de pau de escrever “original”…

Nesta postagem, irei analisar a tradução feita pela Merdaflix no anime 古見さんは、コミュ症です。Eu poderia analisar as outras versões de fansubs também, mas acredito que aqueles que recebem para isso são os únicos na qual eu poderia exigir algum trabalho bem feito. Quero ressaltar que todas críticas feitas aqui são direcionadas à empresa. Embora tradução ruim seja culpa de tradutor ruim, não estou culpando o responsável por não saber japonês, mas a empresa por contratar pessoas que não sabem japonês, assim como culpo a empresa multibilionária por tentar lucrar com um grande mercado, oferecendo um serviço ruim porque não é capaz de adaptar-se às necessidades básicas que a tradução de um anime demanda.

Tudo aqui é um feedback, tanto para a empresa quanto o responsável, para que os mesmos possam corrigir os erros e se aprimorarem. Nada é pessoal pois meu ódio pelo monopólio da Sony é muito maior, além de que a Netflix fornece legendas em japonês, coisas que os concorrentes não fazem. Se você mora no Japão, o serviço deles vale a pena, embora exista uma grande variedade de outros serviços disponíveis lá e a tal exclusividade é algo quase que inexistente.

É importante ressaltar que alterei a fonte da Merdaflix para que a legenda ficasse mais agradável. Recomendo a todos que aprendam japonês a financiem meios oficiais onde possam assistir sem legenda.

Antes de mais nada, quero deixar claro que o anime é, de certo modo, intraduzível e eu chequei diversas versões, em diversos idiomas, e todas falham nos mesmos pontos, logo a Netflix não é a única incompetente. Esse é um anime que exige muito trabalho e nenhuma legenda vai permitir que você aprecie tudo da forma correta. Até mesmo o melhor fansub estrangeiro, que possui quatro pessoas só para fazer o typesetting, entregou um resultado decepcionante.

Se eu fosse fazer uma análise séria, focando também em aspectos de edição, teria que comentar absolutamente todas as linhas, mas optei por apontar só as que julguei mais graves. Como o primeiro episódio tem poucas falas, acabou que não foram “tantas”, mas achei importante fazer essa análise para que as pessoas não fiquem apegadas unicamente ao argumento de que “15 segundos de quadro não foram traduzidos, mas isso nem é importante e o resto está bom.O resto não está bom. Você é um consumidor. Não se contente com o mínimo. Exija um serviço que entrega algo proporcional ao valor pago.

0:16

https://i.imgur.com/rfbUgvI.jpg

https://i.imgur.com/2rFz9d2.jpg

Por um lado, a Netflix está melhor que todos os fansubs pois, além de não ter localizado para uma música completamente diferente, optou por colocar a primeira e terceira linha da música いちねんせいになったら, o que faz total sentido, pois as duas primeiras linhas são iguais, entretanto a tradução está errada. A música fala sobre “Será que conseguirei fazer cem amigos quando entrar na primeira série?“. Curiosamente, a tradução, tanto para o inglês quanto o espanhol estão mais correta. Vale comentar também que faltou uma vírgula e a segunda linha deveria estar com letra minúscula, assim como faltou o ponto final.

0:51

https://i.imgur.com/qX2nT0N.jpg

Não tem fala aqui, mas sinto-me na obrigação de postar para todos prestarem atenção na quantidade de band desta imagem e verem como o encode da Merdaflix é ruim.

01:19

https://i.imgur.com/kfd3MFu.jpg

Não é apenas uma escola renomada, mas uma famosa escola preparatória da região. (‎県内でも有名な進学校である). Desta vez, a legenda em inglês também está errada, mas a legenda em espanhol está certa. (Un centro de bachillerato de renombre en la prefectura.)

1:28

https://i.imgur.com/0R5BpS2.jpg

Ele está falando no sentido de “ficar se achando e querer mais do que pode“. (欲張って). A tradução em inglês utilizou “get ahead of myself“, que pode ter o sentido de “precipitar” ou de “agir de forma extremamente confiante“.

1:37

https://i.imgur.com/Jg3UZmM.jpg

‎O objetivo dele é perceber as coisas a sua volta e viver uma vida escolar sem perturbações. (周りの空気を読み‎波風の立たない高校生活を送る!)

Essa é uma linha complicada pois exige uma expressão que se encaixe em todos os contextos de “空気を読み”, o famoso “ler o clima”. No caso do nosso protagonista, Tadano Hitohito (o nome dele está na caixa ao lado, a qual a Netflix não fez questão de traduzir), a habilidade de “ser perceptivo” enquadra melhor no personagem.

1:41

https://i.imgur.com/N0lGHYB.jpg

Embora eu deva parabenizar a Netflix por traduzir essa linha corretamente (os fansubs colocaram “tímido”), vale ressaltar a omissão do honorífico e também a omissão do texto que, por sorte, é exatamente igual ao que está sendo dito na narração, mas pode gerar dúvidas no espectador que não tem conhecimento de japonês.

1:51

https://i.imgur.com/6zdQSdB.jpg

Literalmente um “atalho para a felicidade” (幸せの近道). Novamente, um ponto para o espanhol que adaptou de uma forma interessante (son la clave para alcanzar la felicidad).

1:59

https://i.imgur.com/MSUe17g.jpg

Embora a tradução da fala não esteja totalmente certa nesta cena, ela é “aceitável”; o mais lamentável aqui é que a pobre empresa Netflix, em pleno 2021, sequer consegue usar um \an8 para traduzir ao menos as duas primeiras linhas na parte superior da tela. A empresa é muito pobre para bancar um player melhor e atualizar seu estilo de legenda para rivalizar com os demais serviços de anime. Uma pena.

2:13

https://i.imgur.com/HBDrGiC.jpg

Amadorismo. Não se começa uma linha com letra minúscula. O certo seria “Ah…” ou simplesmente deixar sem nada.

2:19

https://i.imgur.com/H6Wh0CL.jpg

Há muitas coisas a se destacar aqui: a qualidade do vídeo, o fato da frase na caixa ter sido omitida, a tradução da fala estar pela metade, omitindo o “さすが進学校!” e a falta de padrão, onde escola preparatória virou “colégio”, sendo que um minuto atrás era apenas “escola”.

2:51

https://i.imgur.com/OdjTUm9.jpg

O nome dela é “Comi”, contudo deixarei para explicar isso futuramente. É bom lembrar que as capas de 23 volumes do mangá concordam com a minha afirmação e irei explicar a lógica posteriormente. É importante notar novamente a remoção do honorífico, que pode gerar problemas no futuro.

3:10

https://i.imgur.com/0XPLciH.jpg

Nada de errado com a tradução, mas com o fato de duas falas das amigas se cumprimentando lá no fundo foram totalmente omitidas, indo diretamente para a terceira devido a incapacidade da Netflix de usar \an8. É bom dizer que todas as falas estão presentes no CC japonês.

03:15

https://i.imgur.com/PUyLnMO.jpg

“Teria nada”, ao menos no meu entendimento, talvez alguns discordem, passa uma ideia de ter uma relação com ela, enquanto o japonês está apenas falando sobre envolvimento. Aqui é questão de opinião pessoal.

03:40

https://i.imgur.com/E9Y2z5n.jpg

Parece que logo no primeiro dia de aula, ela já obteve a posição de madonna da escola.‎ (‎どうやら この人は‎登校初日にして もう⸺‎学校のマドンナとしての地位を築いているらしい). Qual a dificuldade de deixar “madonna“?

03:54

https://i.imgur.com/DE8B61Z.jpg

Se ele desaparecer, sou eu quem sentará ao lado dela… (あいつが消えたら‎次は 俺が隣の席~)

É importante ressaltar aqui também a omissão da segunda fala de fundo, onde é dito “Morra, morra, morra” (埋める 埋める 埋める 埋める…) De forma mais literal, seria “enterrar“, no sentido que pretende fazê-lo desaparecer misteriosamente através de um assassinato (Alguém chame o Conan!). A linha ganha ainda mais sentido porque, no episódio 2, um dos personagens aparece ao fundo segurando uma pá. Como a linha foi omitida aqui, a cena da pá perderá o sentido mais pra frente.

04:15

https://i.imgur.com/goxEvhj.jpg

Aqui começam os problemas do anime intraduzível. O nome da personagem de cabelo verde é Agari, e a personagem de cabelo laranja responde: 上理さん あがりすぎ~ (Agari-san agarisugi~), no sentido da “Agari estar muito agari”.

O trocadilho aqui vem do fato de “Agari” ser uma referência a あがり症 (agarishou), ou “transtorno de ansiedade social“, mais conhecido como “fobia social”. Assim sendo, a tradução deveria ser “Tá muito ansiosa, Agari” ou algo remetendo ao medo dela, como “Não precisa ter medo, Agari”, ou ainda algo mais cômico, pois toda a turma riu do trocadilho, como “Ninguém aqui morde.” Infelizmente é impossível manter o trocadilho de “agari com agari”, mas é possível traduzir corretamente.

05:13

https://i.imgur.com/wZkgx1X.jpg

Os nomes invertidos matam todos os trocadilhos do anime, como “Tadano Hitohito” ou “Tada No Hito”, que significa “apenas uma pessoa/uma simples pessoa” e, referência ao fato dele ser o único cara normal da escola.

06:41

https://i.imgur.com/fM6GlA5.jpg

A próxima aula não é na quadra, está apenas dizendo que eles devem ir para o ginásio (次 体育館). Não especifica se será uma aula ou alguma cerimônia de entrada, como costuma ocorrer. Pouco depois, a exata mesma coisa é dita e a tradução vira “Educação física”.

07:51

https://i.imgur.com/4oUy3c6.jpg
https://i.imgur.com/gnRuL7T.jpg

Alguém teve um derrame escrevendo essa segunda parte…

Eu disse a minha colega que não a ouvi “miando”, mesmo tendo tendo ouvido claramente. (‎クラスメートに“ニャー”発言‎プラス 明らかに聞かれたであろう“聞いてないです”)

08:05

https://i.imgur.com/jpHaDoQ.jpg

Isso foi rude… Ele perguntou se ela “tem dificuldade para falar com as pessoas“. (‎人と話すのが苦手なんですか?)

08:17

https://i.imgur.com/UwG7oCl.jpg

Não, meu amigo. Ela é a madonna da escola… ou seria a “mais admirada“, assim como foi colocado três minutos antes? Estou confuso agora.

08:40

https://i.imgur.com/YwthIPV.jpg

Aos 08:05 ela supostamente “não falava” e agora, onde ele confirma a exata mesma coisa, ela se tornou “ruim em conversar“. Padrão/10.

08:45

https://i.imgur.com/fxmgEcf.jpg

Quem está sendo parabenizado? Talvez você tenha confundido com “Na mosca”? ou “Acertou em cheio”?

09:03

https://i.imgur.com/F5DGY7S.jpg

Ninguém queria saber o que está escrito aqui mesmo… É bom ressaltar que, diferente de outras ocasiões, não há falas aqui, logo ao menos uma linha de tradução poderia ter sido inserida.

10:17

https://i.imgur.com/5hvsGBF.jpg

Tradução incompleta aqui. Ela fica nervosa na frente das pessoas e a expressão congela.

10:46

https://i.imgur.com/BOHkJaZ.jpg
https://i.imgur.com/SvPZhD8.jpg

Qual a dificuldade de entender que uma frase está ligada na outra? Qual a dificuldade de fazê-la falar como uma garota normal? “Era doloroso ter que comer sozinha na hora do almoço.”

https://i.imgur.com/xjy8pmo.jpg
https://i.imgur.com/B6Iqpjg.jpg
https://i.imgur.com/beWxrhZ.jpg

Era doloroso ver todos conversando enquanto almoçavam. Todos os dias, durante três anos, eu tentava falar, (mas minha voz não saia). Essa última parte é da cena seguinte, que foi traduzida corretamente.

11:33

https://i.imgur.com/liSPeHT.jpg

Esta frase está ligada ao contexto anterior. Ela está dizendo que queria convidar para almoçar, mas não especifica que queria convidar ele para almoçar.

11:52

https://i.imgur.com/oOq53n2.jpg

Ela não tem soluço, ela está com soluço. Isso foi escrito porque o Tadano ofereceu um lenço, achando que ela estava chorando.

12:21

https://i.imgur.com/Eunh2Zu.jpg

Não são os outros que “falam sobre erros”, é ela que não consegue falar. Tudo isso é uma frase só e deveria estar separado por vírgulas. O uso do も deixa isso óbvio, indicando vários assuntos os quais ela não consegue conversar, nem mesmo os mais banais. […]Falar sobre os estudos, o programa de televisão que ela assistiu ontem, sobre como está o tempo hoje.[…]

Embora nem todas as linhas da cena com texto na tela estejam erradas, o trabalho de edição de texto é extremamente porco. A tradução a faz falar como se fosse um robô, repleta de frases encurtadas e que não se conectam entre si, formando orações… parece até que a pessoa responsável pela tradução nunca conversou com outro ser humano na vida.

Vale também ressaltar que na legenda seguinte, a Netflix colocou “clima“, o que é completamente errado e mostra que alguém faltou a escola no dia que a professora ensinou a diferente da “tempo e clima”.

12:35

https://i.imgur.com/Oy45Khq.jpg

Ele está questionando se ela o causou algum problema. (‎僕 古見さんに‎迷惑かけられましたっけ?)

12:41

https://i.imgur.com/j8en0zs.jpg

Soltou o quê??? Ela mudou de assunto/ignorou (‎流された). No inglês: She dropped it.

Me pergunto se alguém assistiu o episódio antes de ser lançado?

15:28~15:42

?????????????

Nunca saberemos o que eles conversaram no quadro durante esse intervalo de tempo.

16:02

https://i.imgur.com/xRz60a0.jpg

Como se acha um amigo? Ele vai ajudar ela a fazer outros 99 amigos. (友達作りも手伝うよ)

17:03

https://i.imgur.com/KYMDKIl.jpg
https://i.imgur.com/Dy4kJio.jpg

>escreva uma frase longa
>diga que é longa
>escreva outra frase longa
>falhe miseravelmente

‎Observem que nesta cena, nosso protagonista escreve várias coisas no quadro e, ao olhar para elas, pega o primeiro kanji de (sintoma), onde está escrito que o “sintoma dela é o fato da voz não sair“, e pega também os primeiros caracteres onde diz コミュニケーションが苦手 (não consegue se comunicar), formando uma “doença inventada” chamada “komyushou“, criando um trocadilho entre o nome dela “Komi” e a doença “Komy” (sendo importante ressaltar que no japonês ambos são コミ (Komi). É importante salientar que “komyushou” existe de verdade, entretanto o kanji da palavra verdadeira é diferente: コミュ障.

Tendo isso em vista, a tradução da Netflix, como as de todos os fansubs, não fazem o menor sentido. Aí entramos com “Comi tem Comunifobia“. Sim, o nome dela é “Comi” pois “Comunicação” é com C. Se estivéssemos falando alemão, poderia ser com K, mas não é o caso. A ideia de “fobia” vem de uma adaptação de traduzir o que está no quadro, coisa que a Netflix não fez. Sem contar que lá no começo eu já expliquei que uma palavra bem semelhante, “agarishou“, também é uma fobia. Logo, tudo se encaixe perfeitamente (embora eu reconheça que não é um título muito legal)

https://i.imgur.com/OHw4S89.jpg

https://i.imgur.com/yCBzFm7.jpg

Ao substituirmos a parte que diz “Sintoma” por “Fobia”, nós temos o personagem olhando para as duas palavras que ele juntou para abreviar o problema da Comi e resumir a sua frase. Não há absolutamente nenhum problema em fazer isso porque, cinco segundos após ele chegar a essa conclusão, entra uma narração explicando exatamente o que a expressão significa. Além disso, o nome da Comi é um dos poucos que é possível preservar, quase que por completo, o trocadilho original que o autor pretendia passar.

Uma boa legenda, com o mínimo de empenho e esforço, resultaria em algo parecido com isso (havendo margem para aperfeiçoamentos… caso alguém aqui fosse um “””profissional””” pago para entregar resultados satisfatórios):

Se você tiver uma adaptação melhor, pronuncie-se. Qualquer coisa que não for uma junção de duas palavras que ele viu no quadro vai totalmente na contramão do contexto da cena e não é válido, além de falhar miseravelmente com o único trocadilho de nomes minimamente adaptável.

Se você tiver experiência com legendas e quiser salvar o anime futuramente no Blu-ray, caso a Netflix permita o lançamento dele, apresente-se para juntos oferecermos um trabalho amador, sem qualquer fim lucrativo, feito unicamente com amor e o desejo de que as pessoas possam apreciar a obra da forma como a mesma foi concebida para ser vista, aumentando a divulgação, popularidade da animação e seu reconhecimento, fazendo com que mais pessoas sintam-se confortáveis a adquiri legalmente o conteúdo importado diretamente dos produtores.

17:21

https://i.imgur.com/I8TqMAa.jpg

Achei que estava assistindo uma legenda em português, mas parece que esqueceram de traduzir o título, mesmo vários idiomas tendo traduzido ele e a Netflix seja conhecida por sempre traduzir os títulos. O padrão da empresa é não ter padrão.

17:23

https://i.imgur.com/4ta7PHs.jpg

Ué? Cinco segundos atrás a “doença” da Comi, de acordo com a própria Netflix, era “não sabe se comunicar” e agora você me diz que ela tem “ansiedade social extrema“? Espera, não é a Agari que tem ansiedade? Como a narração pode dizer algo totalmente diferente do que o nosso protagonista inventou na cena anterior? Ela tem ansiedade ou problema de comunicação? O nome do anime é “Comi tem Ansiedade” ou “Comi não consegue se Comunicar“? Ou melhor “Comi tem Comunifobia“?! Afinal, dizer que ela “não consegue se comunicar” não soa legal, assim como o próprio protagonista comentou.

17:38

https://i.imgur.com/j4yPLqt.jpg

Ninguém precisa saber o que está sendo cantado mesmo, né? Infelizmente a Netflix é muito pobre e nem consegue pagar pelos direitos das músicas… me pergunto como aquele serviço chinês, o tal de BiliBili, consegue traduzir todas as músicas desde o primeiro episódio… Será que são especiais? Talvez ricos? Malditos chineses.

20:00

https://i.imgur.com/XFdFB9C.jpg

Petrificou*

Conjugar verbos é difícil.

20:08

https://i.imgur.com/nhJTB6f.jpg

Comunica bem“? Mas a narração disse que era “ansiedade social extrema“! Poderia se decidir sobre qual a “doença” dela?

20:36

https://i.imgur.com/xU7n1t1.jpg

Novamente, é uma escola preparatória famosa da região. (Embora, lá no começo, tenha dito que era “renomada”.)

O outro problema nessa parte é que, embora áudio e texto digam a mesma coisa, aquela pequena observação entre parênteses diz algo que foi omitido na legenda. (*tem uma prova escrita apenas de fachada)

20:48

https://i.imgur.com/qFIEUCE.jpg

Este é um dos erros mais absurdos, e mais um dos trocadilhos intraduzíveis. Não culparei a Netflix pois os fansubs também falharam. A narração diz はぐれ者, ou seja, uma pessoa desenraizada/migrante — alguém que deixou sua terra e tem problemas para se adaptar. Isso deveria ser óbvio, afinal a garota na imagem, nossa amiga Inaka (井中) é uma Inakamono (田舎者) — uma pessoa do interior. Está escrito na tela, mas ler certamente não é o forte da Netflix.

https://i.imgur.com/XVAiXqo.jpg

Aqui nós temos “itansha (異端者)” — uma herege, o que é claramente uma piada com o nome da escola “Itan“.

20:54

https://i.imgur.com/QsZfo86.jpg

Obrigado, Netflix. Eu nem queria saber quem são essas pessoas na tela, nem o que elas são, muito menos como a senhora vai falhar adaptando os trocadilhos de cada nome.

23:03

https://i.imgur.com/Jk6h4NN.jpg

Eu nem queria saber que ele está lendo um livro didático sobre literatura japonesa revisada.

Embora o nome da obra não esteja na capa, eu abro espaço para uma nota de tradução: ele está lendo a versão revisada, com japonês simplificado, da obra “A Garota Dançante (舞姫)”, de Mori Ougai (森鷗外).

23:12

https://i.imgur.com/XyGpY9M.jpg

Um tom avermelhado. (赤み)

Curiosidade, na versão antiga é 微紅, que, de acordo com o kotobank, é o mesmo que um tênue avermelhado (ほのかな紅色), então rosado não falha por completo, mas, por ser literatura, eu optaria por um rosicler.

23:42

https://i.imgur.com/mdZtZ2c.jpg

Eu nem queria saber o que a frase abaixo do professor significa.

E acabou… eu só levei umas… 4 horas para ver um episódio de 24 minutos. Obrigado, Netflix. Obviamente não farei os demais pois fornecer um feedback para a empresa melhorar é mais trabalhoso do que trabalhar diretamente para ela.

Conclusão: a Netflix está matando o cenário de animes. Essa é uma tecla que venho batendo há muitos anos e absolutamente nada mudou desde o primeiro “simulcast” deles, onde Violet Evergarden foi exibido junto com o Japão para o mundo inteiro, menos os Estados Unidos, que só teve acesso ao fim do anime. Na grande maioria dos casos, como ocorreu com Beastars recentemente, a empresa coloca o anime na prisão e só libera seis meses após a estreia. Vale reforçar que a exibição semanal é de extrema importância para o marketing do anime — um anime semanal de doze episódios pode manter as mídias sociais de uma obra ativas por seis meses ou mais, enquanto um lançamento completo como Devilman acaba caindo no esquecimento no mês seguinte — sem contar todos os eventos de colaboração com cafés e restaurantes, exposições, programas de variedade com dubladoras, shows e programas de rádio que ocorrem durante os meses de exibição, podendo continuar no ar até mesmo um ou dois anos após o término do anime. Vale lembrar que Comi já está no terceiro episódio, enquanto a empresa, que é associada ao comitê de produção do anime, ainda está no primeiro.

Em comparação com a época de Violet, onde o encode era pior que um rip de televisão do Ohys, a qualidade da imagem melhorou, tornando-se aceitável quando comparada com os demais serviços que também falham miseravelmente neste quesito. Os únicos serviços oficiais que ofereciam um bom encode eram a Wakanim, serviço europeu da Sony, que recentemente parou de oferecer a versão WEB-DL e agora só tem a versão de streaming, que é pior que a Funimation. (Muito provavelmente, a marca sofrerá um rebranding no futuro e passará a se chamar Funimation, assim como ocorreu com o serviço australiano AnimeLab, que sofreu um rebrand e agora é Funimation.)

O outro serviço que oferecia um encode de qualidade e era considerado o único a filtrar suas raws, era o serviço alemão Anime on Demand, que passará a integrar a Crunchyroll em dezembro, que por sua vez foi adquirida pela Funimation no começo do ano, logo a Sony detém de cerca de 90% do mercado agora. Os outros 10% ficam divididos entre Netflix, Amazon e Sentai, sendo este último conhecido por compartilhar títulos com a Crunchyroll, disponibilizando sempre encodes de menor qualidade para a concorrente do que aquele que o mesmo disponibiliza em seu site.

A Netflix, que poderia fazer oposição a esse monopólio, demonstra-se não se importar com o mercado e visa apenas o lucro. Mesmo sabendo que sua plataforma não tem as condições mínimas para exibir animes legendados com qualidade (embora streaming algum tenha qualidade), ela permanece abocanhando títulos de peso e entregando resultados pífios ao longo dos anos… Assim sendo, sugiro a todos que comecem a importar seus mangás e blu-rays diretamente do Japão, bem como qualquer outro produto relacionado a obra, e financiem diretamente os criadores e produtores. Um simples agradecimento ao autor no Twitter já estará contribuindo mais do que o desserviço prestado pelas atuais plataformas, estragando a experiência do espectador e o levando a tirar conclusões errôneas sobre a obra e suas personagens.

10 comentários em “Komi-san wa, Komyushou desu.

  1. Mano, eu não sabia que o ichinensei ni nattara do começo fazia parte de uma música que já existia. Se eu soubesse, eu tinha traduzido de maneira diferente. :pepesad: Mas, tirando isso, acho que fui bem. (Mentira, minha tradução é horrível, eu não sei jp, pq eu ainda traduzo, aaaaaaaaaaaa)

  2. “Eu disse a minha colega que não a ouvi “miando”, mesmo tendo tendo ouvido claramente.”

    Correções: O primeiro “a” é pra ter crase, e está escrito “tendo” duas vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *