Linhagem Sanguínea dos Dragões – Capítulo 01

Eu estava com vontade de traduzir esta WN, então o fiz. Não garanto que haverá frequência nas traduções, já que ela não terá prioridade alguma.


Eu Fiquei Assim Após Reencarnar

Por que isso aconteceu?

É sério, por que isso aconteceu?

 

Era uma sala branca.
O teto também era branco, assim como o chão e as paredes. Será que este lugar é uma academia? Havia outra pessoa lá comigo.
Era era linda e usava um sari indiano, além de um bindi em sua testa. A beleza dela poderia ser chamada de incomparável.
“Então… minhas condolências. Você morreu.”

Foi o que ela disse, num tom que revelava a piedade que ela sentia.

Houve um incidente bem desastroso.
Eu salvei muitas pessoas, mas me esgotei no final.
“Sinceramente, a força e disciplina de sua alma são magníficas. Por salvar tantos humanos naquelas circunstâncias, você receberá uma grande recompensa em sua próxima vida.”

Ela disse algo sobre reencarnação. Parando para pensar, quem é ela? Não pode ser… Será que é uma deusa?
“Não, eu sou a Administradora Geral. Se for para falar de acordo com os valores japoneses, eu provavelmente estaria em lugar sem importância entre os milhares de deuses.”
Voltando ao assunto, ela falou:
“Por favor, reencarne em outro mundo.”
Eu fiquei surpreso.

Com uma expressão de arrependimento, ela explicou por que eu não posso retornar à Terra.
“A quantidade de humanos na Terra aumentou demais. Uma alma forte como a tua é necessária para reencarnar.
Além disso, para limpar as memórias da alma, uma grande quantidade de força é necessária.”
Ela continuou falando, sem negligenciar nada:
“Sim, se você reencarnar em outro mundo dessa forma, até certo ponto, você poderá manter suas memórias, quando você renascer. Mas esse tipo de coisa não é incomum, já que todas as pessoas que nasceram lá foram reencarnadas da Terra.”
Entendo. Nesse caso, em que tipo de mundo eu vou reencarnar?
“Eu não posso dar muitos detalhes, mas é um mundo de espadas e magia.”

Espadas.

Meu coração se animou. Lembrei de várias memórias.
Quase toda a minha vida foi usada para polir minhas habilidades.
Balançando uma espada de bambu, balançando uma espada de madeira, ficando mais forte e balançando uma katana, treinando com uma lança de forma áspera. Dançando com uma faca.
Eu conquistei duas coisas em minha vida. Ambas foram esforços de vida ou morte, ocupando o tempo que eu tinha.

E então, foi assim que eu vivi. Polindo a arte de matar, apesar de, ironicamente, acabar salvando muitas vidas, no fim.

Se o mundo estiver em guerra, desta vez eu provavelmente vou privar outros de suas vidas.
Apesar de estar um pouco preocupado quanto à magia, todo mundo tem magia após reencarnar.
“Parece que você não tem objeções? Então, por favor, aceite esta recompensa.”

Naquele mundo, parece haver coisas chamadas Dons e Habilidades.
Como o nome sugere, Dons são coisas com as quais você nasce, enquanto Habilidades são adquiridas.
O primeiro poderia ser descrito, por exemplo, como uma predisposição para construir músculos facilmente, ou resistência contra doenças e toxinas, ou, acima disso, parece haver juventude eterna.
O segundo é mais simples. Habilidades de Espadachim e Habilidades Mágicas, entre outros. Apesar de que não há nada que possa ser feito, além de se esforçar muito desde o nascimento, eu vou começar com uma vantagem, já que eu vou manter minhas memórias.
“Sua recompensa é ter mil e doze pontos. Então, por favor, escolha.”

Uma tela semitransparente apareceu na minha frente. Havia vários itens que pareciam ser Dons nela, com um número ao lado deles. Deviam ser os pontos necessários para selecioná-los.
Aprimoramento do corpo, aprimoramento mágico. Além disso, havia níveis ao lado deles. O grau da melhoria, eu acho. Já que eu tenho mil e doze pontos, se eu aprimorasse meu corpo ao máximo, por exemplo, nem um por cento seria gasto.
A tela desceu só de eu pensar. Enquanto eu a descia, vi juventude eterna e imunidade à doenças. Ainda assim, eles gastariam metade de meus pontos para aprender. Eu ignorei talento natural de espada e coisa do tipo, já que eu já os tinha. Em um mundo de guerras, meras habilidades de espada não seriam nada importante.

E então eu vi opções que requeriam mil pontos. Meu queixo caiu.

Semideus. Imortal. Revolução. Asas Angelicais. Soberano Nato. A quantia de mil pontos era necessária para adquiri-los.
Entretanto, porque a habilidade para adquiri-las dependia da qualidade da alma, e a minha era uma compensa, eu não senti que eu era merecedor.

“Depois de se disciplinar em sua vida, este é o benefício por reencarnar em outro mundo, assim como salvar tantas pessoas antes de morrer. Seus pontos de Dons são extraordinários.”
Parece que a maioria das pessoas ganhava em torno de cinquenta pontos. Apesar de eu ficar em dúvida do por que de eu receber tantos, ela não disse nada. Bem, eu escolhi algo que eu escolheria normalmente.

E então outro Dom que requeria mil pontos apareceu, e era:
[Linhagem Sanguínea dos Dragões]
“Nascido com uma herança da linhagem sanguínea dos dragões. Ele concede força física, uma melhora colossal ao poder mágico, e vários outros méritos além deles, como fundir múltiplos Dons.”
Sensatamente, ela começou a explicar. Este Dom não aparecia imediatamente ao nascer, mas se manifestava ao passar do tempo. No final, o Dom teria o mesmo efeito de uma Habilidade perfeitamente treinada.
Por ora, o Dom que eu ia adquirir estava decidido.

“Esse está bom? Um monte de Dons podem ser escolhidos com uma pequena quantidade de pontos, eu acho que há outros que combinariam mais com você.”
Eu ouvi dizer que japoneses estavam reencarnado lá recentemente, então eu tenho que ser mais cauteloso. Algumas vezes, uma pessoa tem que apostar mesmo se não forem até o final. Aqueles em posição de poder tendem a derrubar pessoas assim.

Algo do tipo, porém, pode ser só um palpite.

“É mesmo? Então, eu vou especialmente te aconselhar quanto aos seus doze pontos restantes.”
Ela sorriu. Ela não parecia uma deusa, tendo um sorriso íntimo assim.
“Por favor, use dois pontos para aumentar vitalidade e vigor em um ponto. E então use seus outros dez pontos para adquirir Autoavaliação, pois, apesar de você poder a adquirir como uma Habilidade, tê-la desde o começo é conveniente.”
Ela explicou por que era conveniente.
“A habilidade de perceber completamente as habilidades que você tem. Quanta força você ganhou. Quanto sua habilidade com espada aumentou. Quanto vigor você ainda tem. Se você entender tudo isso, quanta vantagem você terá numa luta? Apesar de que, no seu caso, acho que você já entende isso.”

Isso é correto, claramente compreender os resultados de seu treinamento é uma vantagem quase que certa.

“Bem, então, quietamente receba sua reencarnação. É uma pena, mas eu não posso responder mais nenhuma pergunta. Isto até agora foi parte de sua recompensa.”

Ao receber essa informação, tive certeza que era assim. Enquanto curvava minha cabeça, a sala foi envolta em névoa e desapareceu.
“Eu rezo para que suas esperanças sejam realizadas em sua próxima vida.”
A deusa disse isso no final.

 

 

“Já que você recebeu proteção divina, você deve se esforçar.”

 

 

Numa sala que não tinha mais ninguém, outra pessoa… não, outro deus apareceu, sem ser notado. Com um rosto que tinha tamanha beleza que você poderia o confundir com uma mulher, ele era, na verdade, o Deus da Guerra.
“Você foi longe assim. O processo de reencarnação acabou rapidamente, e você deus um Dom a ele.”
Isso mesmo, quando deuses não ocupam bastante tempo de alguém, é, de certa forma, uma Proteção Divina. Deixando de lado os Dons inferiores, era uma graça imensa.
“Entretanto, o que você está fazendo aqui?”
“Bem, aquela pessoa já tinha outra Proteção Divina de sua outra vida, afinal. Eu estava um pouco ansioso.”
Outra de antes. Almas normalmente são limpadas após suas vidas terminam, e então são recicladas. Isso acaba com a fatiga dela, dando outra vida a alma. É esse tipo de ciclo longo.
“Que Proteção Divina?”
“A Proteção Divina do Deus da Guerra, claro. Parece que foi usada de forma, consideravelmente, efetiva.
Infelizmente, ele morreu cedo por causa de doença.”
Normalmente falando, isso parecia uma proteção divina normal. Mas isso, sem dúvidas, seria útil no próximo mundo. Já que a proteção divina estava gravada em sua alma, ela não desaparece mesmo quando você reencarna.
“Hã? Então, com a proteção da minha Proteção Divina, a Proteção Divina da Guerra, e, além disso, aquele Dom…”
“Pois é, ele pode se tornar um monstro de força tremenda. A vida dele parece ter sofrido de azar, apesar de, ainda assim, ser tão interessante. Aquele mundo verá seu milênio de novo.”
O deus masculino riu alto, enquanto a deusa uniu suas sobrancelhas graciosas
“Para referência, qual era o nome daquele homem?”
De repente, o deus masculino parou de rir, e seus movimentos pararam também.
“Hã? Você esqueceu?”
“N-Não, eu certamente sou o Deus da Guerra, mas eu não sou um desses que têm músculos em vez de cérebro! Um Kumaso subjugado que também é esperto… Ah, é! Havia um samurai entre os Kumaso! Espere! Eu devo conseguir lembrar seu eu usar o espelho!”
“Não, você não tem de ir tão longe assim se não se lembra… Eu só estava curiosa.”
Ela suspirou para a alma que ela tinha acabado de enviar, já que ela o deu a Proteção Divina da Inteligência.

 

 

Com a consciência num vácuo, havia apenas o desejo de dormir e comer.

Isso continuou e se repetiu… após algum tempo ter passado, sua consciência finalmente voltou e memórias começaram a retornar.
Uma vida passada. Falar com uma deusa. Ao gradualmente pensar sobre essas coisas, algo parecia fora do lugar.
Dormir, comer e excretar. Quase todos os bebês fazem essas três coisas, mas a linguagem foi compreendida de forma excepcionalmente rápida. Seria por causa das experiências de sua vida passada?

Algo parecia errado.
E então, ele foi convencido.

“Certo, Ria~ Agora, vamos trocar sua fralda~”

(A-aaah! Eu sou uma mulheeeeeeeeeeeeeeeeeer~~~~~~!!!!!)

 

 

Por que isso aconteceu?

Índice | Próximo Capítulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *